terça-feira, 5 de janeiro de 2010

E-mails não tão perturbadores

Enfim, a última mensagem enviada por M.C a mim:
(Se não leu as primeiras mensagens, clique aqui)

Man,

Relaxe, o Deus que eu sirvo não é assassino. Se fosse, não seria pecado matar.

Os dois maiores princípios que Deus nosso Senhor nos ensinou foi "amar a Deus sobre todas as coisas" e "amar o próximo como a ti mesmo" (não fazer com o outro, aquilo que você não quer que façam com você).

Ainda está escrito que quando você ama o próximo como a ti mesmo você está cumprindo toda a lei do velho testamento, pois o novo não veio cancelar o velho testamento, mas para cumpri-lo e testificar de Jesus e mostrar que Deus está ativo ontem, hoje e sempre.

Se você acha que escarnecer de Deus ou dos seus servos não seria digno de morte, leia o livro apocalipse (último livro da bíblia) para ver a profecia para aqueles que blasfemam contra o Senhor, praticam a iniqüidade e não tem amor nem pelo próximo nem para com Deus.




As partes em negritos foram destacadas por mim. Percebem o paradoxo?


“[A] Religião é um insulto à dignidade humana. com ou sem ela , você teria pessoas boas fazendo coisas boas e pessoas más fazendo coisas ruins, mas para que pessoas boas façam coisas ruins. a religião se faz necessária.”


Steven Weinberg





Nenhum comentário:

Postar um comentário